Missões em Foco

 

“…levantai os vossos olhos, e vede os campos, que já estão brancos para a ceifa.” João 4:35

 

Interessante como a Missão se dá no envolvimento. Não acredito que alguém possa entender-se como instrumento na Obra Missionária sem entregar-se ao envolvimento com ela. Isso não se trata de um entendimento coletivo de que o Senhor nos chama especificamente para esse e aquele local ou que todos devam se inscrever numa agência missionária como voluntários. Mas como sabemos, trata-se de um envolvimento em Missões como conseqüência de nossa entrega a Cristo.

 

Entendemos que muitas são as formas e possibilidades que se apresentam. Podemos adotar a fundamental postura de oração por nossos obreiros e campos, nossas próprias vidas, lideranças, igreja perseguida, agências missionárias e seus projetos, etc., bem como, podemos contribuir com ofertas que são o principal caminho através do qual muitas dessas áreas do ministério são sustentadas financeiramente. Contudo, aqui destaco outro ponto que considero também importante: nossa ida aos campos missionários.

 

Embora entenda que o chamado não seja algo restrito a uma questão geográfica, mas de uma vida rendida, não posso deixar de mencionar aqui a importância de nós como Igreja visitarmos nossos campos missionários. A presença de irmãos da fé junto àqueles que se reúnem em pequenas congregações, casas ou até mesmo sob a copa de uma árvore é uma grande benção tanto para os que vão como para nossos obreiros e comunidades que estão sendo alcançadas.

 

Falo aqui sobre testemunho, troca de experiências de fé, coração pronto a ouvir, boca pronta a propagar o Evangelho, braços dispostos a servir, vida pronta a se entregar e obedecer.  Essas são experiências riquíssimas adquiridas no contato com pessoas no campo missionário. Viver esse momento ao mesmo tempo em que representa uma atitude de obediência para com o Senhor, também se destaca como um grande privilégio para todos nós.

 

Essa postura missionária deve ser seguida e, conseqüentemente, divulgada com nossas próprias vidas. E isso diz respeito a uma fé que contagia aos demais a se envolverem com essa visão.  Seja em sua casa, GF, EBD, Ministério, círculo de amizade cristã, etc. fale sobre missões; divulgue, mobilize, incentive, envolva-se. Porque o próprio Senhor Jesus nos alerta: “levantai os vossos olhos, e vede os campos, que já estão brancos para a ceifa.” João 4:35

 

Forte Abraço!

Pr. Carlos Nilton